[ editar artigo]

A Marca Pessoal como look do dia

A Marca Pessoal como look do dia

O termo look do dia se espalhou na internet desde a popularização dos blogs. Hoje, a hashtag é usada em mais de 30 milhões de posts, e a #ootd (oufit of the day) em mais de 312 milhões!

As antes chamadas blogueiras, tornaram-se referência de moda, beleza e modernidade, e como ícones de inspiração nas redes sociais, compartilham seus interesses, viagens, locais que frequentam, dicas, expõem suas preferências e até seu dia-a-dia ao público. Mas você já parou pra analisar o que realmente cada post representa?

Tom Peters usou o termo the brand You há mais de 20 anos (em 1997) para falar da importância da Marca Você para o mundo dos negócios. E hoje vemos um boom do personal branding ou branding pessoal mostrando a importância e a conscientização desse trabalho para transmitir seu conteúdo e sua essência de forma estratégica e coerente.

7 dicas para valorizar a Marca Você

  • Entenda que você é único. Afinal, não tem um outro "você" por aí
  • Mostre seu ponto de vista, compartilhe seu conteúdo
  • Busque formas diferenciadas para transmitir a sua mensagem
  • Coloque a sua personalidade na expressão da sua marca
  • Trabalhe a linguagem visual, a verbal e a não verbal
  • Expresse sua essência e identidade de forma criativa
  • Tenha foco, faça um planejamento, e vá para a ação!
     

A Marca Pessoal deve ser look do dia-a-dia

Você tem consumido mais o "look" das outras pessoas e pensado menos no seu? Como você está "vestindo" a sua marca?

As inspirações e referências coletadas precisam ser internalizadas para que se transformem em autenticidade, assim como informações possam ser convertidas em conhecimento, em sabedoria.

E nesse mundo repleto de informações, filtre seu olhar e elimine o que não faz sentido para a sua jornada - Atenção. Não estamos falando de cancelamento.
 

“Para ganhar conhecimento, adicione coisas todos os dias. Para ganhar sabedoria, elimine coisas todos os dias.”
Lao-Tse

Seja a sua marca pessoal moderna, básica, prática, esportiva, largada, exagerada, discreta, engraçada ou esquisita, o importante é valorizar e estar de acordo com o seu conteúdo interno. Sentir-se bem com o que te representa ;)

Direcione os esforços para a sua marca, faça o que nenhuma outra faria como VOCÊ e compartilhe suas experiências. Afinal, branding pessoal não é para alimentar o ego, mas para construir e inspirar marcas fortes para uma comunidade mais forte.

 


A primeira versão deste artigo foi publicada em 2013, quando pouco se falava sobre o termo e alguns autores, como Arthur Bender (2009),  promovia a importância da marca pessoal. A influência já existia antes mesmo da internet, e o branding pessoal já era feito por muitos de maneira empírica. 

Hoje você encontra inúmeras ferramentas, cursos, bibliografias e profissionais para te ajudar. Saiba utilizá-los a seu favor, e boa jornada!

InfoBranding
Ler conteúdo completo
Indicados para você